Comunicação assertiva



Não me recordo de outro momento de nossa história em que a comunicação tenha se revelado tão valiosa. É claro que ela sempre foi importante, mas, em especial de uns tempos para cá, tornou-se um recurso, uma habilidade indispensável.

Ainda encontramos quem se julgue superior, ignorando os cuidados com a civilidade, ao se achar no direito de dizer tudo na lata, como defendem alguns. Mal sabem que deixam um rastro de má impressão, amadorismo, às vezes, de destruição.

Seja na empresa ou no trabalho, seja na família ou na sociedade em geral, estará em larga vantagem a pessoa que conseguir despertar simpatias, conquistar respeito, chamar a atenção pela assertividade, que se revela na capacidade de se afirmar sem desrespeitar os demais.

Não poderia ser diferente, pois, se as inter-relações são mesmo necessárias, e assim constatamos dia a dia, a boa convivência entre as pessoas, a mútua consideração, o apreço pelo bem comum são fatores que distinguem quem se sobressairá dos que apenas tentariam sobreviver.

Além do mais, são boas chances de que a dificuldade de se comunicar de forma assertiva revele, na verdade, um problema ainda mais fundamental, a inaptidão em bem se relacionar consigo mesmo, visto que usualmente o que resistimos ou repudiamos em nós tende a ser projetado em quase tudo a nossa volta.



Veja mais