A responsabilidade social da empresa


Ao longo dos últimos anos tem crescido a discussão, inclusive com acesso ao Judiciário, sobre a função ou responsabilidade social da empresa, debate esse que ameaça adquirir contornos desafiadores, visto que, por exemplo, a Advocacia-Geral da união e a Secretaria da Receita Federal do Brasil passaram a defender a tese de que danos advindos direta ou indiretamente do exercício da atividade empresarial seriam passíveis de reparação e, assim, de indenização. Neste sentido, a despeito dos potenciais desdobramentos do processo, porventura, instalado, cujo ônus provável não deveria ser subestimado, a implicação prática de tal sorte de risco é que o planejamento dos negócios precisaria, doravante, levar em conta também os custos de eventuais condenações ou repercussões, o que influiria ainda na política de formação de preços, na hipótese de se concluir pela viabilidade de instalação ou manutenção do respectivo empreendimento.



Veja mais artigos